Encontros com a participação de gestores e educadores das redes municipais de ensino de Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe e São Lourenço da Mata, em Pernambuco, vão debater a concepção de educação infantil (EI), à luz dos novos conhecimentos científicos e marcos legais. Os encontros acontecem entre os dias 18 e 20 de outubro.
 
Os três municípios pernambucanos são parceiros do Programa Primeiro a Infância – Educação Infantil como Prioridade, do Fundo Juntos pela Educação, composto por Instituto Arcor Brasil e Instituto C&A. Além da concepção contemporânea de educação infantil, os encontros no final de outubro vão discutir questões como letramento e alfabetização.
 
O Programa Primeiro a Infância – Educação Infantil como Prioridade tem procurado contribuir com a educação infantil nos três municípios, desde a elaboração dos Planos Municipais de Educação, no primeiro semestre de 2015.
 
Com o acompanhamento da Oficina Municipal, contratada pelo Fundo Juntos pela Educação para implementar o Programa Primeiro a Infância nos três municípios, foi então definido que seria trabalhado o Projeto Político Pedagógico (PPP) em cada unidade de educação infantil, como instrumento para a implementação do que os respectivos Planos Municipais de Educação estipularam como metas para a educação infantil.
 
No segundo semestre de 2015, as equipes gestoras se debruçaram na formulação de um documento referencial, que fosse utilizado pelas unidades de educação infantil, como base para a elaboração do seu Projeto Político Pedagógico.
 
Os PPP das unidades de educação infantil em Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe e São Lourenço da Mata foram então construídos ou revisados, por cada escola e de forma participativa com a sua respectiva comunidade local, ao longo do primeiro semestre de 2016.
 
Entre agosto e setembro, as secretarias municipais de Educação de Camaragibe e São Lourenço da Mata fizeram as devolutivas dos PPP recebidos das escolas. A secretaria municipal de Educação de Cabo de Santo Agostinho continua acompanhando e apoiando a revisão do PPP em várias escolas.
 
A próxima etapa será a realização dos encontros municipais, no final de outubro, para o debate da concepção de educação infantil, à luz de instrumentos como a proposta da Base Nacional Comum Curricular. Também haverá o início da discussão sobre o monitoramento e avaliação da execução do PPP nas escolas de educação infantil, de modo que respeitem os Planos Municipais de Educação e, também, considerem a realidade cultural, social e econômica onde estas unidades estão inseridas.