Os municípios de Sobral e Maracanaú, no Ceará, Jaboatão dos Guararapes e Petrolina, em Pernambuco, e Major Sales e Guamaré, no Rio Grande do Norte, foram os selecionados para apresentar suas experiências em painel na III Mostra Internacional das Semanas do Bebê, entre os dias 23 e 26 de maio, em Recife (PE), em realização do UNICEF-Brasil. Outros 14 municípios também tiveram oportunidade de divulgar suas ações.
 
O processo seletivo contou com a participação de 85 municípios de diversas regiões do Brasil que já realizaram Semanas do Bebê. A avaliação foi feita por um grupo de especialistas das áreas de saúde, educação e desenvolvimento infantil que representam o UNICEF e as organizações parceiras: Governo do Estado de Pernambuco, Governo Municipal do Recife e Fundação Maria Cecília Souto Vidigal.
 
Os critérios de avaliação consideravam a narrativa clara e objetiva do processo de planejamento, a capacidade de mobilização, a efetividade na divulgação, implementação de atividades diversificadas – envolvendo o maior número de segmentos do governo e da sociedade civil – e indicadores de desempenho. O processo de avaliação também destinou maior pontuação para ações inovadoras e a oficialização da Semana do Bebê no calendário do município, por meio de Lei Municipal ou Lei Estadual.
 
A programação da III Mostra Internacional das Semanas do Bebê contou ainda com rodas de conversa, mesas redondas, cine-debate, atividades culturais e artísticas. Para a apresentação de experiências internacionais, foram convidados representantes de Portugal e da Inglaterra. Outras 20 experiências, que ficaram entre o 7º e 27º lugar no processo seletivo, tiveram espaços nos estandes para divulgação de informações. Estes são os 20 municípios que foram escolhidos para participar da Mostra:
 
Municípios - UF
Aracati - CE
Arcoverde - PE
Beberibe - CE
Bezerros - PE
Cabedelo - PB
Caruaru - PE
Chapadinha - MA
Codó - MA
Colatina - ES
Eusébio - CE
Faria Brito - CE
Horizonte - CE
Juazeiro - BA
Marechal Thaumaturgo - AC
Orós - CE
Santa Cruz - RN
Santa Terezinha - PE
São Caetano - PE
Tauá - CE
Vitória - ES
 
Segundo o UNICEF, a III Mostra Internacional das Semanas do Bebê teve o objetivo de promover o intercâmbio de experiências entre países, Estados e municípios brasileiros e discutir as formas mais efetivas de fazer com que a Semana do Bebê contribua com a garantia dos direitos da primeira infância.
Durante a Mostra foi exibido o filme “O Começo da Vida”, da diretora Estela Renner, que aborda a importância dos primeiros anos de vida. O filme foi apresentado em uma sessão especial, seguida de um debate com representantes do UNICEF e da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, dois dos realizadores do filme.
 
Semana do Bebê – A Semana do Bebê é uma das principais estratégias do UNICEF para assegurar a atenção adequada a crianças de até 6 anos de idade. Tem como objetivo tornar o direito à sobrevivência e ao desenvolvimento infantil uma prioridade na agenda dos municípios brasileiros. Em 2015, o UNICEF apoiou a realização de 450 Semanas do Bebê em todo o Brasil, alcançando mais de 850 mil crianças de até 4 anos. Trinta e oito municípios receberam apoio do UNICEF para realizar 5.270 atividades e treinamentos envolvendo 33.296 profissionais de saúde, proteção e educação. Durante toda a trajetória da iniciativa, já foram realizadas 904 Semanas dos Bebês, em 600 municípios, onde vivem mais de 2,4 milhões de crianças de 0 a 4 anos, segundo o IBGE.
 
Idealizada pelos professores Odon Frederico Cavalcanti Carneiro Monteiro e Salvador Célia e pelo radialista Pedro Raymundo Dias, a Semana do Bebê começou em 1999, no município de Canela (RS). Ao longo desses anos, a Semana do Bebê deixou como legado o aprendizado do trabalho em rede, uma realidade sem possibilidades de retrocesso no município, e um novo olhar em relação ao bebê. Desde 2011, com apoio do UNICEF, a iniciativa é realizada em âmbito nacional.
 
O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) promove os direitos e o bem-estar de cada criança em tudo o que faz. Com seus parceiros, trabalha em 190 países e territórios para transformar esse compromisso em ações concretas que beneficiem todas as crianças, em qualquer parte do mundo, concentrando especialmente seus esforços para chegar às crianças mais vulneráveis e excluídas.