Juntos pela Educação
Destaques Sem categoria

Contribuição do Programa Primeiro a Infância, no olhar de Camaragibe

A segunda e última mesa de debates do Seminário foi encerrada com o relato de uma experiência concreta, no marco do Programa Primeiro a Infância – Educação Infantil como Prioridade, do Fundo Juntos pela Educação. A coordenadora de Educação Infantil de Camaragibe, Edilma Luz, resumiu como foi a implementação do Programa em seu município. Também esteve presente o secretário municipal de Educação de Camaragibe, Denivaldo Freire Bastos.
 
Edilma Luz, lembrou que o Programa já contribuiu no momento em que estava sendo elaborado o Plano Municipal de Educação, no primeiro semestre de 2015. Em função das discussões propiciadas pelo Programa, lembrou, a Meta 1 do Plano Municipal, relacionada à Educação Infantil, foi desdobrada em sete metas e 33 estratégias específicas para creches e pré-escolas.
 
A representante de Camaragibe lembrou também que o Projeto Político Pedagógico (PPP) foi o instrumento escolhido para que cada unidade de Educação Infantil dos três municípios parceiros refletisse as metas e estratégias previstas em seus Planos Municipais de Educação.
 
O primeiro passo para viabilizar o processo, lembrou, foi a constituição de um Comitê Gestor Escolar, “construído em uma dinâmica entre membros da comunidade escolar, diretor, professores, funcionários, pais, sociedade civil, estudantes e crianças da Educação Infantil que tiveram sua fala representada pelo diretor da escola”.
 
Foi então iniciado um processo de construção ou revisão do PPP, com efetiva participação das comunidades escolares. “Em Camaragibe, houve uma escuta geral, inclusive das crianças e da comunidade em geral”, reiterou.
 
Ela observou que, naquele momento, foi sentida a importância de envolvimento de todas as modalidades de ensino, e não apenas a Educação Infantil. Dessa forma, o PPP foi reformulado considerando todos os níveis de ensino. “Muitas escolas têm a Educação Infantil com outros níveis. Não fazia sentido reformular o PPP apenas para a Educação Infantil”, ressaltou.
 
Cada PPP, notou Edilma Luz, contemplou um Plano de Ação com suas próprias metas. Os Planos de Ação das diferentes unidades escolares foram, depois, sintetizadas, para que as prioridades fossem contempladas no orçamento definido pelo Plano Plurianual do Município. “A reformulação do PPP permitiu que as comunidades valorizassem ainda mais a sua participação na educação de suas crianças. O Programa Primeiro a Infância fortaleceu na cidade a importância da Educação Infantil, como etapa primeira e fundamental do desenvolvimento”, frisou.
 
Edilma Luz informou que o envolvimento de Camaragibe no Programa Primeiro a Infância já teve outras consequências práticas. Uma delas foi a ampliação do acervo literário para todas as unidades de ensino. Do mesmo modo, vem sendo ampliado o acervo de brinquedos, com itens que antes não eram contemplados.
 
A representante de Camaragibe notou que em 2018 tem sido executado um monitoramento da implementação do PPP em cada unidade escolar, como foco no Plano de Ação montado para a escola.
 
Também participou da mesa Cida Freire, que atuou como consultora na implementação do Programa Primeiro a Infância nos três municípios pernambucanos. Ela ressaltou como o Programa procurou abrir efetivamente espaços à participação das comunidades escolares na construção ou reformulação do PPP.
 
O vice-diretor da Oficina Municipal, Gustavo Santos, fechou o seminário, reafirmando que o Programa Primeiro a Infância está no segundo ciclo, com ações ao longo de 2018 nos municípios de Capivari, Mombuca, Monte Mor, Rafard, Rio das Pedras e Saltinho, no interior de São Paulo.
 
 
 
 

Posts Relacionados

Educação Infantil em Rio das Pedras: melhoria contínua nas escolas

Juntos Pela Educação

Voz das crianças foi valorizada no Programa Primeiro a Infância

Juntos Pela Educação

Encontro Regional debateu orçamento e Educação Infantil nos municípios

Juntos Pela Educação

Deixe um Comentário